22 de dez de 2010

Precisando atualizar... Esperar as férias!!!

Precisando muito atualizar este espaço. Acredito que só mesmo nas férias. tanta coisa para dizer, para compartilhar para mostrar... Enquanto aguardamos deixo aos amigos uma mensagem de Boas festas!!!



29 de out de 2010

Percepções... Pensamentos espontâneos...

Minha aluna de 8 anos, que já pegou a boa mania de escrever poemas, me presenteou com esta produção. Fiquei encantada com a percepção dela para o momento atual. As ideias são genuínas, mexi apenas na estrutura , na organização dos versos.

MUNDO COLORIDO
NO FUNDO 

DO CORAÇÃO
AMOR...
PARAÍSO...

SERRA OU DILMA
NÃO SEI
O QUE SEI
É QUE O BRASIL
FICA NO FUNDO
DO NOSSO CORAÇÃO.

Ágata Bartelli Araújo
2ª série - 8 anos

14 de out de 2010

Hoje, comemoramos o dia "D" da Leitura na rede estadual.

Nada melhor do que comemorar o dia D da Leitura com o poema da Débora Brunow.

Todas as cores do meu lugar

VERDE, AMARELO
NO MEU LUGAR
AINDA BELO.
VERDE
DE TODAS AS CORES
ESCURO, MUSGO, CLARO
DAS PASTAGENS,
DOS CAFEZAIS
NO MEU LUGAR
DE MUITAS CORES
DE POUCAS FLORES.

A BOIADA
DE TODAS AS CORES
BRANCA, PINTADA, MARROM,
VAI DANDO O TOM
NO COLORIDO
POUCO FLORIDO
DO MEU LUGAR
DE POUCAS MATAS
MUITAS PASTAGENS
ONDE OS RIACHOS
DE ÁGUAS RASAS
REFLETEM TRISTES
TODAS AS CORES
DESSA PAISAGEM
TÃO CASTIGADA
DO MEU LUGAR.

NA PRIMAVERA
DO MEU LUGAR
A NATUREZA
AINDA BELA
MUDA O TOM
DO COLORIDO
POUCO FLORIDO
DE MUITAS CORES
DAS POUCAS ÁRVORES
SAPUCAIAS, IPÊS, ANGICOS,
QUE ANTES VERDES
AGORA ROXAS,
LARANJAS, AMARELAS,
ENCHEM OS OLHOS
DE MUITAS CORES
CURAM AS DORES
COM UM ARCO-ÍRIS
DE ESPERANÇA.

E A BOIADA
VAI DANDO
O TOM
A PRIMAVERA
MUDA O TOM
DO COLORIDO
POUCO FLORIDO
DO MEU LUGAR.



Débora Brunow -  4ª série
Escola Estadual Unidocente de Ensino Fundamental Km 20 do Mutum

12 de out de 2010

Mais poemas!!! Mais um dos finalistas!!!

A leitura deve ser feita por página de acordo com as colunas. Para melhor visualização clique na página.



Este poema foi desclassificado por termos apresentado em duas páginas. A regra da olimpíada era que apresentado em colunas em apenas uma página. Valeu!!! Ficaram todos lindos e estamos aí divulgando.

25 de jun de 2010

8 de jun de 2010

Mais Poemas!!!

As produções não param...




Clique nas imagens para vê-las em tamanho real.

1 de jun de 2010

Mais Poemas...


Ilustração original do texto "Pato com Bicho de Pé"

31 de mai de 2010

Mais poemas dos alunos!

As produções dos poemas fazem parte do projeto Olimpíadas de Língua Portuguesa.

Alunos da Escola Estadual Unidocente Km 20 do Mutum - Zona rural de Baixo Guandu.


Tiago escreveu seu poema inspirado em um de seus patos. Segundo ele, é muito engraçado ver o patinho querendo de qualquer maneira coçar a pata, a hipótese dele é que o patinho só pode estar com bicho de pé.


 A sugestão de trabalho foi escrever poemas sobre um animal da preferência de cada um. A preferência recai sempre para os animais que fazem parte do cotidiano dos alunos. 

Ágata é aluna da 2ª série. Quem participa do projeto são os alunos da 4ª série, mas como se trata de uma sala multisseriada não tem como ficar de fora, principalmente porque a iniciativa de produzir os poemas é dela mesmo. Conforme o trabalho vai sendo desenvolvido com os outros alunos ela vai se apropriando dos conhecimentos e criando seus textos com a ajuda de todos e ajudando os colegas a encontrar as rimas . 

29 de mai de 2010

Poemas dos Alunos

Caça sem sentido 

Olha o gato
Caçando o rato
Não tem sentido

Coitado do rato
Tão espremido
Dentro do sapato
 Sem nem respirar

Ei, mas o rato
Esperto fugiu
Com tanta rapidez
Que ninguém viu

O gato pensou
Foi embora?
Vou dormir
Não estou nem aí

É hoje que eu durmo com fome!

Débora B. Bartelli - 4ª série


Pescoço de garrafa


Vive na selva
Toda elegante
Come fruta
Come folha
É a girafa
Cheia de pintas
Tão bonitinha
Nem tão rapidinha
Coitadinha
É a girafa
Com seu pescoço
De garrafa.

Ágata Bartelli de Araújo - 2ª série



13 de mai de 2010

Ler e escrever


Os alunos da 4ª série da EEUEF KM 20 do Mutum junto com a professora Lenira estão cada vez mais envolvidos na leitura e produção de poemas. As oficinas sugeridas para a 2ª edição da olimpíada de Língua Portuguesa e mais o material disponibilizado para as escolas (coletânea de textos + CD-ROM) servem de apoio para o planejamento. Os alunos estão amando ouvir a seleção de poemas.
Dentre as sugestões de atividades das oficinas a Memória de Versos já é a preferida dos alunos. A pesquisa do repertório de poemas da comunidade e os que resgataram de memória rende muitas leituras e histórias e já fazem parte do mural "Cantinho do Poetas".

Após a leitura e a audição de poemas da coletânea uma atividade proposta foi a produção de poemas baseado no texto de Otávio Roth:

Duas dúzias de coisinhas à toa que deixam a gente feliz
Passarinho na janela, pijama de flanela, brigadeiro na panela.
Gato andando no telhado, cheirinho de mato molhado, disco antigo sem chiado.
Pão quentinho de manhã, dropes de hortelã, grito de tarzan.
Tirar a sorte no osso, jogar pedrinha no poço, um cachecol no pescoço.
Papagaio que conversa, pisar em tapete persa, eu te amo e vice-versa.
Vaga-lume aceso na mão, dias quentes de verão, descer pelo corrimão.
Almoço de domingo, revoada de flamingo, herói que fuma cachimbo.
Anãozinho de jardim, lacinho de cetim, terminar o livro assim.
 Otávio Roth

Texto dos alunos:

Coisinhas à toa que me deixam feliz

Gatinha de pelúcia, voz da tia Lúcia, ouvir histórias da Rússia.
Ver o meu avô, ronco de motor, fresquinho de ventilador.
Brincar de boneca, tirar uma soneca, chocolate quentinho na caneca.
Fantasia de camponesa, história de baronesa, estudar a Língua Portuguesa.

Milene Debortoli Barteli

As coisas que eu gosto

Chuva mansinha, coberta quentinha, mugido da vaquinha.
Passarinho cantando, boizinho pastando, bezerro mamando.
Ver a novela, mexer na panela, fazer bolinho de canela.
Hora do recreio, bolo sem recheio, bicicleta com freio.
Ir para a escola, presente na sacola, oração à Nossa Senhora.

Débora José Brunow Bartelli

25 de abr de 2010

Pra começar bem a semana...




Os alunos adoraram este poema... Inúmeras possibilidades de trabalho em sala de aula.


As cores e as palavras

Há palavras azuis:
céu, encontro, amigo,
beleza, sorriso, serenidade...

Há palavras brancas:
comunhão, véu, voo,
pureza, solidão, paz...

Há palavras vermelhas:
samba, sangue, guerra,
futebol, lábios, paixão...

Há palavras cinzentas:
pesadelo, indiferença, nunca,
finados, inverno, poluição...

Há palavras amarelas:
girassol, luar, inteligência,
poder, luz, sucesso...

Há palavras rosadas:
vinho, vela, mocidade,
namoro, noivado, jardim...

Há palavras verdes:
mar, mata, esperança,
novo, brotação, vida...

Há palavras multicoloridas:
arco-íris, jardim, lápis.
festa, feriado, floricultura...

(Elias José. O jogo das palavras mágicas. São Paulo: Paulinas, 1996.)

22 de abr de 2010

Todo esforço para voltar a postar no blog


Após um breve período de ausência de postagens, estamos aqui voltando devagar. E, como não poderia deixar de ser, pedindo sérias desculpas aos amigos que nos acompanham.
Mas digamos que se tratou de um sumiço proveitoso no sentido de crescimento profissional, pessoal... Um período de reflexões e reflexões sobre a prática, estudos, concursos. Muitas coisas boas acontecendo para todas nós.
Em momento algum deixamos de acompanhar o trabalho dos amigos em seus blogs, só não dava para comentar em todos, por isso mesmo optamos por não fazê-lo em nenhum, até mesmo nos grupos que participamos.

E 2010 promete!!! Neste momento estamos envolvidas com a Olimpíada de Língua Portuguesa, Formação da Escola Ativa, Avaliação do Paebs e ainda vem por aí a Copa do Mundo, faltando apenas 50 dias, depois eleições...

As atividades voltadas para a preparação dos alunos na produção dos poemas para participação nas olimpíadas está realmente gratificante, muita leitura, muita música, muita escrita boa, muita troca de ideias...

Então, vamos colocar POESIA nesta conversa...? Começamos com um poema da Sylvia Orthof.

A poesia é uma pulga

A poesia é uma pulga,
coça, coça, me chateia,
entrou por dentro da meia,
saiu por fora da orelha,
faz zumbido de abelha,
mexe, mexe, não se cansa,
nas palavras se balança,
fala, fala, não se cala,
a poesia é uma pulga,
de pular não tem receio,
adora pular na escola...

Só na hora do recreio!
(Sylvia Orthof. A poesia é uma pulga. São paulo: Atual, 1991. p.3.)

É isso, por hoje!

Abraços de felicidades...




7 de fev de 2010

Volta às Aulas


"Escola é, sobretudo, gente,

gente que trabalha, que estuda,

que se alegra, se conhece, se estima.

A escola será cada vez melhor
na medida em que cada um
se comporte como colega, amigo, irmão.
Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar,
é também criar laços de amizade,
é criar ambiente de camaradagem,
é conviver, é se 'amarrar nela'!"

(Paulo Freire)

8 de jan de 2010

"LETRAMENTO Um ano de histórias"

O livro chegou!!!





E foi com grande emoção que abrimos o pacote... momento solene!

Simples e gracioso, a leitura dá-nos a constante sensação de estarmos diante da escrita dos nossos próprios alunos. Lemos e relemos com calma, absorvendo o pensamento de cada um dos pequenos e maravilhosos intelectuais.

"Letramento - um ano de história" chama a atenção pela simplicidade, pelo despojamento, pela linguagem sugestiva e a riqueza das imagens. Abre-nos um leque de possibilidades ao percebermos como situações cotidianas, corriqueiras podem se tornar pontos de partidas para grandes projetos.

A divulgação do trabalho da turma da professora Joyce em seu blog e na publicação implica na mudança de paradigmas. Ficamos aqui imaginando a satisfação dos alunos em ver divulgado como livro momentos de pura expressão de sentimentos.

Obrigada Joyce, pela gentileza. Parabéns a todos os colaboradores do projeto.

E, ainda há quem diga que "Os mineiros trabalham em silêncio. As mineiras trabalham em mistério, em segredo absoluto."
É a Educação fazendo a diferença...

Já estamos planejando como utilizaremos este livro em nossas salas de aula.

Fica até difícil expressar os nossos agradecimentos.

3 de jan de 2010

Primeira Postagem 2010!

Começamos o Ano Novo postando os últimos selinhos recebidos no finalzinho de 2009 e prometendo que este ano estaremos sempre em dia com as homenagens recebidas.
Foram vários os selos recebidos ao longo do ano que passou que ficaram sem respostas no blog. 2010 será diferente!
Começaremos pelos selos recebidos do blog Rocio Rodi - Aprendências da grande parceira e querida amiga, Maria do Rocio.
Adoramos as palavras que a Maria do Rocio gentilmente espalha por esta rede: suas postagens nos blogs, os comentários e as dicas espalhados pelos murais de recados, suas colocações nos debates do grupo edublogueiros... Que Deus continue lhe dando SABEDORIA...

Livros que marcaram em 2009

A regra pra este selo: escolher 3 livros especiais que nos marcaram no ano de 2009 e depois sugerir o mesmo para 5 amigos blogueiros.

Pois bem, como foram vários os livros técnicos da Pedagogia lido pelo quarteto, optamos pela postagem de outros gêneros que nos encantaram. Os três escolhidos pelo grupo foram:

1º lugar - O livreiro de Cabul, por Asne Seierstad. Um excelente livro onde se conta a vida de um livreiro na cidade de Cabul e da sua vida pessoal. Escrito por uma jornalista que viveu com a familia durante algum tempo, este livro mostra-nos o interior de uma familia afegã, com todas as suas diferenças para com as famílias ocidentais. Muito bom livro, enriquecedor dos conhecimentos para civilizações ocidentais onde cada um interpretará a seu jeito de acordo com a influência que sofre e sofreu ao longo do convívio em sociedade.

2º lugar - A Arte de correr na Chuva, de Garth Stein. Um livro envolvente, simples e encantador. fascinante do início ao fim. Pra quem ama cachorros, diríamos que o livro é essencial. Poderia até ser classificado como auto-ajuda, mas além de uma agradável leitura porque tem enredo ao invés de regrinhas para uma vida de excelência, muitas vezes, inalcançável. Este livro parece ser um bom exemplo para ser classificado como de alter-ajuda.


3º lugar - A Cabana, escrito por Willian P. Young. Um bom livro de ficção. Bem escrito, com um enredo interessante. Uma boa leitura pra ser realizada concomitantemente com um livro técnico pela linguagem simples, descontraída e em alguns momentos emocionante.

Os cinco blogs indicados para o selo são:

O UFA! Bloguei!, da queridíssima Suely
O Joyce pianchão, da prof Joyce, amiga que arrasa na alfabetização.
O Ana Carolina Pedagoga Surda, da incrível Ana Carolina.
O Educa feliz da sempre, sempre, amiga e conterrânea Márcia.
O AMIGA DA EDUCAÇÃO, da grande blogueira e amiga Joelma Couto.

Outro presente da Maria do Rocio:


As regras são:

1) Enumere 10 livros que o/a marcaram este ano:


2) Responder a pergunta:

- O que é que gostas mais de fazer no Natal?


3) Dar este selinho a pelo menos 3 pessoas.

Só conseguimos chegar num acordo para a terceira regra. Os três blogs indicados são:

O Espaço Educar, da super blogueira Liza.
O Amar e Educar, da dedicada Sivana -Sil
O Educação com Arte, da competente Olímpia, aniversariante de hoje.

Agora o presente das queridíssimas Joyce Pianchão e Joelma couto.
Muito bom estar na lista dos blogs que fizeram a diferença em 2009. E os cantinhos de vocês merecem mesmo este selinho porque vocês realmente fazem a diferença nesta rede de blogs educativos.


Muito obrigado Amigas
Regras:
1. Postar o selinho no seu blog e agradecer a quem lhe ofereceu.
2. Se ainda não é, tornar-se seguidora de quem lhe ofereceu.
3. Oferecer o selinho a outros espaços (quantos vc achar que merecem).
4. Avisar aos blogs que você ofereceu.

Este selo vai para...


A nossa lista dos blogs que fizeram a diferença em 2009 está por toda a parte neste blog, nas paradas obrigatórias, no quadro de seguidores e nos blogs que seguimos.
Todos merecedores deste selo significativo.É só pegar!

E que... "Continuemos a fazer a diferença em 2010"


"Peçamos a Deus que no próximo ano nos dê:

Sabedoria!

Adquirindo sabedoria, automaticamente receberemos todas as outras coisas.

Então que sejamos sábios para:

- nos vestirmos com a beleza dos lírios dos campos;

- possuirmos o suficiente para que sejam cobertas todas as nossas necessidades, mas não o bastante para que pensemos que não precisamos de ninguém;

- guardarmos a fé mesmo nas provações;

- em dificuldades, nunca pensarmos que é o fim do caminho;

- na felicidade, nunca nos esquecermos de agradecer;

- no amor, que sejamos voluntários;

- na dor, que sejamos solidários;

- em tempos de guerra, que a Paz possa reinar interiormente;

- na amizade sermos grandes e verdadeiros;

- que nossas mãos sejam suficientemente quentes para, segurando a mão do próximo, aquecerem o mundo numa grande corrente de amor;

- nunca pensarmos que a felicidade é utopia;

- nunca desacreditarmos que o amor vence barreiras;

- nunca esquecermos de que temos um Pai que jamais vai nos abandonar;

- e que essa sabedoria possa estar presente cada minuto pelo resto, não do ano, mas da vida inteira de cada um de nós!

- Brindemos!

À um sábio Ano Novo!"

Autor Desconhecido